A sessão da Câmara de Itupeva desta terça-feira (7) foi marcada mais uma vez por grande participação popular. Com casa cheia, a noite teve homenagem às mulheres e aprovação de lei que cria o Dia Municipal do Grafite e Arte Urbana, além da entrega de um pedido popular para que os vereadores investiguem as denúncias de nepotismo na Prefeitura.

IMG_6398
O presidente da Câmara, Eri Campos, avaliou os trabalhos como muito produtivos. “Esta é a Casa do Povo. Aqui recebemos os pedidos da população. Temos a questão trazida pelos jovens que pedem que sejam fiscalizadas as contratações no Poder Executivo . Também estamos atendendo os artistas urbanos que querem mais espaço e precisam ser reconhecidos”, disse Eri Campos, autor da lei do grafite.

_DSC5943
Durante a sessão, telas e painéis foram pintados e as obras foram doadas para serem leiloadas em prol da menina Julinha, moradora da cidade que está em tratamento médico contra câncer.
A noite também foi de homenagem às mulheres, representadas pela motorista de ônibus Andresa Donizete da Silva Almeida, pelas servidoras públicas Assunção Silveira, que trabalha como servente geral há 16 anos na Prefeitura de Itupeva, e pela funcionária há quase 23 anos da Câmara Municipal, Wanderleia de Oliveira Ayres Pinheiro, conhecida como Teca.